Follow by Email

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Para ver...



A arte é um artefato que transcende os sentidos. A dança se utilizas de uma das mais belas "tecnologias" que é o corpo. E com o desenvolvimento das tecnologias digitais possibilita que o corpo e essa dança seja potencializada.

Para pensar...




Tornou-se chocantemente óbvio que a nossa tecnologia excedeu a nossa humanidade.

ALBERT EINSTEIN






segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

GENTE - uma escola diferente no Rio de Janeiro




Rio inaugura escola pública sem salas, turmas ou séries




Algumas localidade do Rio de Janeiro vai experimentar um tipo de escola inovadora no Brasil. 
Nada de séries, salas de aulas com carteiras em filas e crianças caminhando ordenadamente pelo espaço comum. Por volta de 180 jovens que moram na Rocinha terão uma educação mais alinhada com os moldes do século 21. Que moldes são esses que estão falando?
Um sigla chamada Gente – Ginásio Experimental de Novas Tecnologias. 
Para essa experiência escolheram os alunos que estão entre o  7o e 9o anos. Uma metodologia de agrupamentos desse jovens em equipes que estão batizando de  “famílias”, independentemente da sua série de origem. Escolhido para formar essas pelas afinidade, a partir dos próprios alunos e por um tipo de avaliação diagnóstica das habilidades que os alunos passarão ao qual  no início do ano letivo.  A ideia é que o aluno tenha um itinerário de aprendizado pessoal, que funciona como uma espécie de playlist, só que em vez de músicas, estarão os pontos que ele precisa aprender ou desenvolver. O aluno terá autonomia para escolher como quer aprender o conteúdo – através de videoaulas, leituras, atividades individuais ou em grupo. Eles também terão acesso a tablets e netbooks para que possam ir e vir com mais facilidade pelos ambientes da escola.

As avaliações acontecerão de 3 formas – diagnóstica, feita no início de cada ano; somativa através de grupos de estudos; e por competências, que podem ser pessoal, relacional, cognitiva e produtiva.
Os professores terão um novo papel, deixa de ser um transmissor do conhecimento para ser um facilitador, um motivador, um arquiteto da aprendizagem.
Essa proposta de ensino foi idealizada pela Secretaria Municipal de Educação – SME do Rio de Janeiro e surgiu a partir de estudos feitos em escolas internacionais. A ideia é que até 2014 mais cinco ginásios sejam construídos no Rio de Janeiro. 
Espero que dê certo e que o todos os estados copiem, mas fica a dúvida e a formação e capacitação dos professores para trabalhar dessa nova forma.Espero que os idealizadores não esqueçam. 




http://www.hypeness.com.br/2013/01/rio-inaugura-primeira-escola-publica-sem-salas-turmas-ou-series-no-brasil/